sexta-feira, 1 de julho de 2011

O céu do mês - Julho 2011


Antônio Rosa Campos
arcampos_0911@yahoo.com.br
CEAMIG – REA/Brasil - AWB
Este mês, reservamos um dos principais acontecimentos para um artigo neste blog em separado (veja: A Ocultação diurna de Marte em 2011), entretanto os observadores do céu poderão voltar suas atenções para diversos fenômenos que aparecem listados na Tabela 1.
Planetas e Planeta Anão!
Mercúrio = O planeta permanece na constelação de câncer até 13/07, quando então estará em Leão; suas magnitudes então estarão em 0.4 (em 01/07), 0.3 (em 15/07) e 1.2 (em 31/07). Sua maior elongação (27° E), ocorrerá no dia 20 deste mês, quando então sua magnitude estará em 0.3 e seu afélio ocorrerá em 26/07, sendo sua distância ao Sol em 0.47 (UA)..
Vênus = Em conjunção com o Sol, estará na constelação de Taurus até 03/07 e Gemini de 04 a 25/07, quando então chegará na constelação de Câncer. Sua magnitude é -3.9
Marte = O planeta Marte que teve seu periélio em março deste ano, estará com sua magnitude em 1.4, permanecendo na constelação de Taurus.
Júpiter = Continua ainda neste mês com seu nascimento e ocaso no período diurno, com magnitudes ente -2.3 e -2.5, na constelação de Áries.
Saturno = Continua com seu ocaso ocorrendo cada vez mais cedo, mas ainda vem sendo um belo espetáculo sua observação com pequenos instrumentos; na constelação de virgem sua magnitude pouco varia (entre 1.0 e 1.1) uma boa oportunidade para a identificação de seu séquito de satélites. Na figura abaixo podemos identificar com pequenos instrumentos alguns de seus principais satélites.
Urano = Esse massivo planeta encontra-se ainda na constelação de Peixes, seu disco azul esverdeado quase deitado em relação ao seu eixo bastante inclinado. Sua magnitude agora já fica fora do limite de nossa visão desarmada, mag. 5.8)
Netuno e Plutão = Netuno na constelação de Aquário terá sua magnitude entre 7.9 (em 01/07) e 7.8 (em 31/07); Já Plutão (mag: 14.0) permanece na constelação de Sagitário.
Constelações e Objetos Deep-Sky = E praticamente impossível ignorar a presença da constelação de Sagitário. Destaca-se nesta constelação, uma infinidade de objetos de céu profundo.

Boas Observações!

Nenhum comentário:

Postar um comentário