domingo, 22 de janeiro de 2012

O asteroide 233383 - Assisneto

Antônio Rosa Campos
arcampos_0911@yahoo.com.br
CEAMIG – REA/Brasil - AWB


Após a publicação do artigo “Vicente Ferreira de Assis Neto” na série titulada Personagens de nossa Astronomia, o amigo Nelson Alberto Soares Travnik, dos Observatórios municipais de Americana e Piracicaba - SP e membro titular da Sociedade Astronômica da França, encaminhou-nos a seguinte mensagem eletrônica para divulgação:

O Minor Planet Center, (organização filiada à International Astronomical Union) é o responsável pela coleta e divulgação de informações sobre planetas, asteróides e cometas) e anunciou oficialmente na sua circular de 09 de dezembro de 2011 o batismo do seguinte asteróide: 233383 ASSISNETO Segundo diz seu descobridor o francês Jean-Claude Merlin: "Eu descobri este pequeno planeta (asteróide) 04 de março de 2006 com um telescópio de 81 cm localizado no Arizona (Nogales, USA). Eu uso este telescópio através da Internet a partir de minha casa, em Le Creusot (Borgonha, França)." Continua ainda o astrônomo francês informando que: "Diversas observações tem que ser realizadas e por um bom tempo, antes que um asteróide possa ser batizado. Em 2010, depois de observações feitos por mim e por várias estações de profissionais, este asteróide foi dado o número 233383. Então, "Como um descobridor, tenho o privilégio de poder oferecer um nome oficialmente para a comissão de asteróides chamada, Comissão de Nomenclatura de pequenos corpos da União Astronômica Internacional. É a seguinte a citação oficial (em Inglês) que foi publicado para acompanhar o anúncio desse batismo:
**********

(233383) Assisneto = 2006 EP

Discovered 2006 Mar. 04 by J.-C. Merlin at Nogales. Vicente Ferreira de Assis Neto (1936-2004) was a Brazilian amateur astronomer.

An active observer of comets, he wrote a regular astronomy column for Brazilian newspapers.
**********

O asteróide 233383 ASSISNETO é um corpo rochoso que mede cerca de 2 km. Ele está localizado no cinturão principal entre Marte e Júpiter, em média, a uma distância de 390 milhões de km do sol. Quatro anos são necessários para que ele faça uma revolução completa em torno do sol. Ele nunca chega perto de menos de 165 milhões de km da Terra.
Espero que esta informação irá deliciar os membros da família de Vicente de seus amigos e todos que o conheciam. Estou à sua disposição se você quiser saber mais. Sinceramente Jean-Claude Merlin Presidente-fundador da Sociedade Astronômica da Borgonha Vencedor da Fondation de la Vocation 1982 Vencedor da Sociedade Astronômica da França

Nota:

Podemos vislumbrar na figura 01 (abaixo) os dados do asteróide 233383 Assisneto (2006 EP), já disponível para download e geração de efemérides na HP do Jet Propulsion Laboratory nos EUA, bem como ainda, na figura 02, um Diagrama Orbital de sua localização no cinturão principal de asteróides entre os planetas Marte e Júpiter para 22 de janeiro de 2012.


Referências:

- Travnik – Nelson Alberto Soares – Correspondência pessoal (E-mail) recebido em 21/01/2012 – 09:44 (HBV).
- http://ssd.jpl.nasa.gov/sbdb.cgi#top– Acesso em 22/01/2012.
- http://ssd.jpl.nasa.gov/sbdb.cgi?sstr=233383;orb=1;cov=0;log=0;cad=0#orb - Acesso em 22/01/2012.



2 comentários:

  1. Legal Breno...

    será que com o Atlas conseguimos ver o AssisNeto? hehehe....

    ResponderExcluir
  2. Olá Euller!

    Certamente que teremos sua imagem, mas não através da ocular mas deveremos realizar tomadas com câmaras CCD.

    Um grande abraço,

    Breno

    ResponderExcluir