quarta-feira, 1 de maio de 2013

O asteroide 285263 (1998 QE2) em 2013!

Antônio Rosa Campos
arcampos_0911@yahoo.com.br
CEAMIG – REA/Brasil - AWB


A contar do dia 25 de maio próximo, o asteroide 285263 (1998 QE2) estará com seu posicionamento e magnitudes favoráveis às observações, quando então sua magnitude chegará a 10.5, portanto já dentro dos limites de magnitudes observáveis de instrumentos óticos, lunetas e telescópios de médio e pequeno. A tabela 1 apresenta suas efemérides aqui calculas para as coordenadas do Observatório Wykrota (Observatório código 859) do CEAMIG (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais), bem como ainda o percentual iluminado da fase da Lua até o 11 de junho, visando sua observação.


II - Descoberta

O Asteróide 285263 (1998 QE2) foi descoberto em 19 de agosto de 1998 por Matthew S. Blythe, Frank Shelly, Mike Bezpalko, Joseph S. Stuart, Herbert E.M. Viggh e Ron Sayer; todos da equipe do LINEAR (Lincoln Laboratory Experimental Test System, New Mexico - USA) Observatório Código 704.

Classificado como um objeto da classe Amor visto que em suas oposições periélicas ele aproxima-se muito da Terra, este objeto ainda já é considerado também um NEO/PHA. Observado pelo Telescópio Espacial Spitzer por Trilling et al. (2010), estima-se que ele tenha um diâmetro de 2,7 km e um escuro albedo ótico de 0,06. O quadro abaixo apresenta seus elementos orbitais.

Seu posicionamento nesta oportunidade está bastante favorável as observações telescópicas no hemisfério sul, visto que em seu perigeo estará a 0,039 UA (15 distâncias lunares) em 31 de maio de 2013 conforme apresentado na figura 1. É ideal ainda que as observações óticas sejam reportadas da melhor forma possível, para que se possa estimar com melhor exatidão seu período de rotação, muito embora as observações por radar darão números mais precisos para esse objeto celeste.


Nota: = (UA)* Unidade Astronômica. Unidade de distância equivalente a 149.600 x 106m. Convencionou-se, para definir a unidade de distância astronômica, tornar-se como comprimento de referência o semi-eixo maior que teria a órbita de um planeta ideal de m=0, não perturbado, e cujo período de revolução fosse igual ao da Terra.

Boas observações!


Referências:
- http://ssd.jpl.nasa.gov/horizons.cgi#results - Acesso em 27/03/2013.
- http://echo.jpl.nasa.gov/asteroids/1998QE2/1998QE2_planning.html - Acesso em 27/03/2013.
- http://www.ll.mit.edu/mission/space/linear/ - Acesso em 27/03/2013.
- The Lincoln Near-Earth Asteroid Research (LINEAR) Program - Acesso em 27/03/2013.
- Detection and Discovery of Near-Earth Asteroids by the LINEAR Program - Acesso em 27/03/2013.


2 comentários:

  1. Interessante Toninho, vou procurar encaixar um tempo para acompanhar este evento...
    Abraços:
    Euller

    ResponderExcluir
  2. Oi Euller! Essa observação e posteriores reportes são bem importantes. Um abraço.

    ResponderExcluir