terça-feira, 1 de abril de 2014

O asteroide (45) Eugenia em 2014!

Antônio Rosa Campos
arcampos_0911@yahoo.com.br
CEAMIG – REA/Brasil - AWB

Em 20 de maio próximo, o asteroide Eugenia estará com seu posicionamento favorável às observações (fase da Lua = -0.675), quando então sua magnitude chegará a 10.7, portanto já dentro dos limites de magnitudes observáveis de instrumentos óticos de médio porte. A tabela abaixo apresenta suas efemérides e bem como uma carta celeste de busca, objetivando sua localização nos próximos dias.


Como demonstra seu número em ordem de nomeação indicado acima entre parênteses, 45 Eugenia foi descoberto em 27 de junho de 1857 pelo astrônomo Herman Goldschmidt (1802-1866) no Observatório de Paris. Seu nome é uma homenagem a Eugênia de Montijo, esposa de Napoleão III. (Mourão, 1987). 

Conforme descrito na IAUC No. 8817, Marchis F. e M. Baek, da Universidade da Califórnia, em Berkeley; e P. Descamps, J. Berthier, D. Hestroffer, e F. Vachier do Institut de Mécanique Celeste et de Calcul des Efemérides, Paris, relatam a descoberta de um novo satélite em órbita de (45), Eugenia. O S/2004 (45) 1 foi detectado após análise cuidadosa de três observações coletadas com filtros de banda-K- utilizando o Very Large Telescope "YEPUN" e seu sistema de óptica adaptativa (NACO) em fevereiro 2004 14,15404, 15,14620 e 16,15435 UT, o satélite aparecendo numa  distância de cerca de "0,4 do primário num Ângulo de Posição (PA) 156, 321, e 124 graus, respectivamente.  Baseado num raio de brilho integrado  cerca de 7,9 entre o satélite e o primário, o diâmetro do S/2004 (45) 1 é calculado em cerca de 6 km.  O parâmetro orbital  do referido satélite apresenta uma massa para o sistema de acordo com a massa a partir dos estudos anteriormente conhecidos do satélite (45) Eugenia I (Petit-Prince;. cf IAUCs 7129, 7503).

Notas:
1 = (ua)* Unidade Astronômica. Unidade de distância equivalente a 149.600 x 106m. Convencionou-se, para definir a unidade de distância astronômica, tornar-se como comprimento de referência o semi-eixo maior que teria a órbita de um planeta ideal de m=0, não perturbado, e cujo período de revolução fosse igual ao da Terra.

2 = As coordenadas equatoriais ascensão reta e declinação (J2000.0) são apresentadas no formato HH:MM:SS (hora/grau, minuto e segundo).


Referências:

- Mourão, Ronaldo Rogério de Freitas - Dicionário Enciclopédico de Astronomia e Astronáutica, Ed. Nova Fronteira, Rio de Janeiro (RJ) - 1987,  914P.

- Campos, Antônio Rosa - Almanaque Astronômico Brasileiro 2014, Ed. CEAMIG (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais), Belo Horizonte (MG) - 2013, 111P.


- http://ssd.jpl.nasa.gov/horizons.cgi#top - Acesso em 18 junho 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário