domingo, 1 de março de 2015

2015 - Ano Internacional da Luz

Nelson Alberto Soares Travnik*
nelson-travnik-@hotmail.com
Observatório Astronômico de Piracicaba – SP

A Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas no dia 20 de dezembro de 2013, proclamou 2015 como o “Ano Internacional da Luz” e das tecnologias baseadas na Luz. A cerimônia de abertura foi aberta no dia 19/20 de janeiro. O Observatório Astronômico de Piracicaba, órgão da Secretaria Municipal de Educação, está montando uma programação especial alusiva a essa celebração, com várias palestras.

MOTIVOS

A Assembléia indicou entre outras coisas que reconhece a importância da luz no desenvolvimento de tecnologias relacionadas na vida dos cidadãos do mundo em vários níveis. Considera também que as aplicações da luz relacionada ao futuro da medicina, energia, fibras ópticas e Astronomia entre outras, é vital para o progresso da humanidade. Por fim considera que 2015 coincide com uma série de importantes efemérides na história da ciência com relação à luz como os trabalhos de óptica de Ibn Al-Haytham em 1015 (ano do milênio); a noção ondulatória da luz proposta por Fresnel em 1815 (ano do bi-centenário); a teoria eletromagnética da propagação da luz proposta por Maxwell em 1865; a teoria do efeito fotoelétrico de Einstein em 1905 e da relação da luz na cosmologia através da Relatividade Geral em 1915 (ano do centenário); a descoberta da radiação cósmica de fundo por Penzias e Wilson em 1965 bem como os trabalhos de Kao concernente a transmissão da luz em fibras para comunicação óptica também  em 1965.

NA ASTRONOMIA

Logo após a publicação da resolução proclamando 2015 como o “Ano Internacional da Luz”, a União Astronômica Internacional, IAU, se envolveu de pronto criando o subtítulo “Luz do Cosmos” como uma oportunidade única para envolver debates e soluções para o problema da poluição luminosa que envolve o desperdício de energia e danos à qualidade do céu prejudicando as atividades de pesquisa dos observatórios. Um vídeo da IAU disponível em seu website enfatiza que “A luz vem de qualquer lugar do Cosmos”. Esta luz está conosco todos os dias. A luz nos chega das distantes fogueiras cósmicas e inspirou-nos por milhares de anos. É a luz do Sol que responde por todas as manifestações de vida na Terra.  Observações da luz do Cosmos iniciaram uma revolução científica. Em 2015, cientistas, astrônomos e o público se reunirão novamente como no Ano Internacional da Astronomia em 2009, para levar a ciência do céu à população e propor medidas para reduzir a poluição luminosa e assim celebrar a Luz dos Cosmos que chega até a Terra”.

Em 1925 Albert Einstein esteve no Brasil, ocasião em que visitou o Observatório Nacional do Rio de Janeiro e o meteorito de Bendegó no Museu Nacional

TAMBÉM EM 2015

Estaremos comemorando entre outras:

100 ANOS da previsão de Percival Lowell sobre a existência do Planeta anão (planetoide) Plutão;
90 ANOS do falecimento de Camille Flammarion (1842-1925);
30 ANOS de inauguração do Observatório Municipal de Americana/SP, o 2º do Brasil nesta modalidade.

ESTARÁ SENDO REALIZADO EM BELO HORIZONTE/MG

O 18º Encontro Nacional de Astronomia, ENAST entre os dias 30, 31 de outubro e 1º de novembro na Universidade FUMEC.

* - Nelson Travnik, astrônomo, diretor do Observatório Astronômico de Piracicaba, órgão da Secretaria Municipal de Educação e Membro Titular da Sociedade Astronômica da França, SAF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário