terça-feira, 1 de março de 2016

Grupo de Reconhecimento e Estudos do Céu: Avaliação do Primeiro Ano de Atividades (2015)

Fevereiro 2016

Aléxia Lage de Faria
alagef@gmail.com

O Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais - CEAMIG é uma entidade sem fins lucrativos, voltado para o estudo e a divulgação da astronomia e ciências afins (1), oferecendo para este fim atividades semanais e mensais tanto para o seu quadro de associados, quanto para o público em geral. Além disso, possui também diversos grupos organizados com um determinado propósito, tais como o grupo ATM, destinado à fabricação amadora de telescópios, o grupo de Automação de Telescópios, para a construção de hardware e desenvolvimento de software para sistemas de localização e acompanhamento e, mais recentemente, o GREC, que será aqui abordado neste texto. A maioria das informações a seguir foram extraídas das atas de reunião, que registraram todas as atividades realizadas pelo grupo durante o ano de 2015 (2) e cujos dados foram compilados e armazenados em uma base de dados (3).

MISSÃO E VISÃO

A missão do GREC é criar e manter a cultura da observação e reconhecimento da esfera celeste entre os associados recém-ingressos nos quadros da entidade (4). Após 2 anos de estudos teóricos e práticas, a visão é de que os membros do grupo já estarão aptos a contribuir com as observações astronômicas dos demais astrônomos amadores em todo o mundo, de modo verdadeiramente científico e útil.

VALORES

Ao longo da evolução do projeto-piloto durante todo o ano de 2015, foram ficando mais claras algumas características inerentes ao grupo. Essas características se tornaram as bases para o desenvolvimento de valores incentivados para a boa convivência e andamento das atividades. São eles: o entusiasmo, a cooperação mútua, a diversidade de conhecimento, a evolução contínua do aprendizado, o uso do método científico e a excelência em tudo que se faz. Para maiores detalhes sobre esses valores, veja a Figura 1.

Figura 1 - Valores incentivados para a boa convivência e andamento das atividades do grupo.

PRINCIPAIS MARCOS

Em novembro de 2014, alguns associados do CEAMIG propuseram a realização de um projeto-piloto para a criação de um novo grupo, denominado Grupo de Reconhecimento e Estudos do Céu – GREC. A primeira reunião do grupo aconteceu em 21 de fevereiro de 2015, com os participantes interessados e o coordenador do grupo, Antônio Rosa Campos. Desde então, as reuniões do grupo ocorreram conforme programado, entremeando-se os estudos teóricos com sessões práticas. Foram realizadas também durante o ano duas reuniões de avaliação (em maio e novembro) com os membros do grupo e o coordenador, para verificar como o projeto-piloto estava indo, se havia algo a ser melhorado e também para discutir os próximos passos. Em junho, os membros do GREC participaram da Jornada Observacional ocorrida na cidade de Bom Despacho, que teve por objetivo divulgar a astronomia para os estudantes das escolas estaduais Irmã Maria e Miguel Gontijo, por meio de palestras sobre constelações, sistema Terra-Sol-Lua e as pesquisas realizadas pelo CEAMIG. Ao final, foram realizadas observações de constelações e planetas, utilizando-se telescópios e binóculos. Em novembro, os membros participaram do evento 18° ENAST, Encontro Nacional de Astronomia, ocorrido em Belo Horizonte, onde assistiram diversas palestras e tiveram a oportunidade de conhecer vários astrônomos renomados de todo o Brasil. Encerrando as atividades do ano, em dezembro/2015, foi iniciado o Programa Observacional de Nebulosidade, que tem por objetivo a coleta de estimativas para o estabelecimento de um índice mensal de nebulosidade do céu. O programa finalizará em 1°de dezembro de 2016. Na Figura 2, pode-se visualizar a linha do tempo para esses principais marcos.

Figura 2 - Linha do Tempo - Principais Marcos –
Fonte: CEAMIG, Atas de Reuniões, 2015.

GREC EM NÚMEROS

Frequência

Durante o período de 21/02/2015 a 19/12/2015, 27 pessoas participaram das reuniões, seja para conhecerem o trabalho realizado, seja com a intenção de se tornaram um membro efetivo do grupo. Em média, 07 pessoas participaram das reuniões, sendo que 05 delas foram as mais presentes, com frequência superior a 70% ao longo do ano. Das pessoas mais frequentes, observou-se que 60% são do sexo masculino e 40% do sexo feminino. Veja na Figura 3 uma versão ilustrada sobre essa frequência.

Figura 3 – Informações sobre a frequência.
Fonte: CEAMIG, Base de Dados GREC, 2015.

Atividades

Neste primeiro ano, as atividades realizadas foram distribuídas em exposições teóricas, práticas observacionais e reuniões de avaliação, com leve predominância da parte teórica, como pode ser visto na Figura 4. As reuniões do grupo ocorreram conforme programado, entremeando-se os estudos teóricos com as sessões práticas. Todas as atividades totalizaram 63 horas, sendo que destas 40 horas foram gravadas em áudio (reuniões de exposição teórica) e 44 minutos foram dedicados às reuniões de avaliação.

Figura 4 – Atividades do GREC em 2015.
Fonte: CEAMIG, Base de Dados GREC, 2015.

Exposições teóricas

Durante as reuniões do grupo, foram estudadas as estrelas, os instrumentos de observação, as condições da atmosfera para observação, as terminologias e convenções utilizadas na astronomia, a poluição luminosa, e com os estudos ainda em andamento, as técnicas de observação e o céu profundo. Para maiores detalhes sobre a distribuição desses estudos, veja a Figura 5. 


Figura 5 – Distribuição das Exposições Teóricas.
Fonte: CEAMIG, Base de Dados GREC, 2015.

Práticas Observacionais

A parte prática envolveu observações registradas em fichas, a familiarização com os tipos de telescópios, o aprendizado da leitura e interpretação de informações existentes em um atlas celeste e efemérides astronômicas e o treinamento para a execução do Programa Observacional de Nebulosidade. Essas atividades ocorreram no Observatório Wykrota, durante a Jornada Observacional a Bom Despacho e na sede do CEAMIG, localizada no Colégio Santo Agostinho. Para maiores detalhes sobre essas práticas, veja a Figura 6. 

 Figura 6 – Distribuição das Práticas Observacionais.
Fonte: CEAMIG, Base de Dados GREC, 2015.


ATIVIDADES PREVISTAS PARA 2016

Além do término dos estudos da parte teórica, estão previstas as seguintes atividades:

1. Projeto de Observação da Lua. Registros de eventuais Fenômenos Lunares Transitórios.
2. Superfície Planetária (desenhos e registros observacionais).
3. Observação e registro de ocultações de estrelas pela Lua.
4. Registro de atividade solar: observações solares (registros diários de manchas).
5. Estudo da dinâmica e registros visuais de eclipses.
6. Registros de estrelas variáveis, estrelas binárias, novas e supernovas.
7. Registros de cometas, meteoros e asteroides.
8. Registros observacionais dos eventos dos satélites galileanos.
9. Elaboração de efemérides.

O encerramento das atividades do grupo está previsto para dezembro de 2016. Como se trata de um projeto-piloto, as mais diversas formas de abordagem e aprendizado têm sido experimentadas. Por isso, há um cuidado em se registrar e analisar tudo o que é realizado, de tal forma que seja possível visualizar a evolução dessas atividades ao longo do ano e também entender quais lições aprendidas podem ser extraídas na execução desse projeto, para que o seu andamento no decorrer de 2016 possa evoluir continuamente.

REFERÊNCIAS

1. CENTRO DE ESTUDOS ASTRONÔMICOS DE MINAS GERAIS - CEAMIG. Quem Somos. 2015. Disponível em: <http://www.ceamig.org.br/>. Acesso em: 27 ago. 2015. 

2. CENTRO DE ESTUDOS ASTRONÔMICOS DE MINAS GERAIS - CEAMIG. Atas de Reunião. Atas referentes às reuniões do Grupo de Reconhecimento e Estudos do Céu – GREC, realizadas nos meses de fevereiro a dezembro de 2015. Belo Horizonte: CEAMIG, 2015. 

3. CENTRO DE ESTUDOS ASTRONÔMICOS DE MINAS GERAIS - CEAMIG. Base de Dados GREC 2015. Belo Horizonte, 2015. Excel for Windows 2016. (Planilha Eletrônica).

4. CAMPOS, Antônio Rosa. (arcampos_0911@yahoo.com.br). [Ceamig] Grupo de Estudos de Reconhecimento do Céu! [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por ceamig@yahoogrupos.com.br em 24 nov. 2014.

5. ALMEIDA, Guilherme de, RÉ, Pedro. Observar o Céu Profundo. Lisboa: Plátano, 2000. 339p.

6. INSTITUTO DE LOGÍSTICA DA AERONÁUTICA. Indicadores de Desempenho. Cumbica: ILA, 2000. 17p. (Apostila).

Nenhum comentário:

Postar um comentário