sexta-feira, 1 de julho de 2016

Grupo de Reconhecimento e Estudos do Céu: o que estamos aprendendo? Junho 2016

Aléxia Lage de Faria
alagef@gmail.com
CEAMIG/GREC

“O estudo e, em geral, a busca da verdade e da beleza, compõem uma área onde podemos permanecer crianças para sempre."
Albert Einstein

O Grupo de Reconhecimento e Estudos do Céu possui como missão criar e manter a cultura da observação e reconhecimento da esfera celeste entre os associados recém-ingressos nos quadros do CEAMIG – Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais (CAMPOS, 2014). Os membros se reúnem aos sábados para estudo teórico e/ou prático e mensalmente realizam observações, quando as condições do tempo assim permitem. 

Durante as reuniões do grupo, realizadas no período de 28/05/2016 a 25/06/2016, os seguintes tópicos foram estudados:

1. Técnicas de observação: dimensões aparentes dos objetos difusos e observação de aglomerados abertos, aglomerados globulares, nebulosas e galáxias. Também foi iniciado o estudo do método de localização “Star Hopping”. 

2. Por meio de uma palestra realizada pelo associado CEAMIG Cícero Antonio Costa Silva, os integrantes do grupo também tiveram a oportunidade de aprender a configurar e utilizar o software educacional Stellarium.  

Na parte prática, foi dada continuidade ao Programa Observacional de Nebulosidade – PON, iniciado em 1°de dezembro de 2015. Dessa vez, porém, em vez de apresentarmos a coleta de estimativas referente ao mês de maio, apresentaremos um informe sazonal, referente ao período de vigência da estação do Outono (20/03/2016 a 19/06/2016). Assim, poderemos ter uma visão da nebulosidade ocorrida durante essa temporada e compará-la também com a registrada na estação do Verão.

Além disso, foi dada continuidade ao Programa de Treinamento Observacional – Star Hopping, referente à observação de estrelas no período crepuscular, seja ele matutino ou vespertino. Os resultados serão também apresentados mais à frente neste texto.
Resultados do Programa Observacional de Nebulosidade – Informe Sazonal – Estação do Outono

Para reportar as estimativas coletadas, foi definida uma Sintaxe de Reporte. No caso específico de reporte para uma estação do ano, a sintaxe utilizada é mostrada na Figura 1.

Figura 1 - Sintaxe de Reporte para as estimativas de nebulosidade coletadas.
Fonte: CEAMIG, 2015-2016.

Na Figura 2, é apresentado o reporte de nebulosidade referente ao período de 20/03/2016 a 19/06/2016.
Figura 2 - Reporte de Nebulosidade referente ao período de 20/03/2016 a 19/06/2016 (Outono).
Fonte: CEAMIG, 2015-2016.

O resultado do Índice Médio Sazonal Individual (IMSI) da estação do Outono, para cada observador, pode ser visto na Figura 3:
Figura 3 - Índice Médio Sazonal Individual para a estação do Outono.
Fonte: CEAMIG, 2015-2016.

A seguir, são mostrados os resultados comparativos do Índice Médio Sazonal Final (IMSF) para as estações de Verão e Outono (Figura 4). Note-se que houve uma considerável redução do índice de nebulosidade de uma estação para a outra. Esse resultado era esperado, pois o Outono é caracterizado por uma baixa ocorrência de nuvens.
Figura 4 -  Índice Médio Sazonal Final para as estações do Verão e Outono.
Fonte: CEAMIG, 2015-2016.

Por fim, foram gastas 2,8h na coleta de estimativas para a estação do Outono (Figura 5). Quando se compara o resultado encontrado com o tempo gasto na coleta realizada para o período do Verão (2,6h), observa-se que foram coletadas mais estimativas durante o Outono (foi considerado o valor médio de 30 segundos para a realização de cada estimativa).
Figura 5 -  Produtividade Observacional as estações do Verão e Outono em 2016.
Fonte: CEAMIG, 2015-2016.


Resultados do Programa de Treinamento Observacional – Star Hopping

O Programa de Treinamento Observacional (Atividades Práticas) utiliza-se da aplicação da metodologia mundialmente conhecida como "Star Hopping". Foi formalmente iniciado em fevereiro/2016, sendo que essa atividade consiste na identificação correta de uma estrela utilizando-se um planisfério celeste rotativo e o registro de seus dados observacionais, tais como a data e hora de observação (em Tempo Universal), o nome da estrela, a constelação a que pertence e o cálculo aproximado da altura em que se encontra (em graus) e indicando ainda em qual quadrante foi observada (Leste ou Oeste), buscando-se com isso o momento teórico de sua Passagem Meridiana. Também podemos anotar em qual período foi realizada a observação tais como: nas diversas fases do Crepúsculo (Civil, Náutico, Astronômico), podendo ser Matutino ou Vespertino, ou mesmo no Período Noturno; as condições de visibilidade (em percentuais % de nebulosidade) e a fase da Lua.

Até o momento, desde o início deste programa, foram realizadas 246 observações de estrelas. No período de 16/05/2016 a 19/06/2016, 71 observações foram registradas por 3 observadores, conforme mostrado na tabela a seguir:
Tabela 1 -  Quantidade de observações realizadas por cada observador, totalizando-se 71 registros.
Fonte: CEAMIG, 2016.


Foram identificadas 42 estrelas de 17 constelações, conforme mostrado na tabela a seguir:
Tabela 2 - Constelações e estrelas observadas no período de 16/05/2016 a 19/06/2016.
Fonte: CEAMIG, 2016.

As estrelas mais observadas neste período foram Antares e Spica, seguidas por Dschubba (Tabela 3):
Tabela 3 -  Número de vezes com que cada estrela foi observada.
Fonte: CEAMIG, 2016.


As observações ocorreram predominantemente no Período Noturno, seguidas por registros nos Crepúsculos Vespertinos Astronômico, Náutico e Civil (Tabela 4).
Tabela 4 -  Número de registros conforme o período de observação.
Fonte: CEAMIG, 2016.

No próximo informativo, serão apresentados os resultados do Programa Observacional de Nebulosidade (referentes ao mês de junho/2016) e do Programa de Treinamento Observacional – Star Hopping (referentes a um período compreendido entre junho e julho/2016). 

REFERÊNCIAS
CAMPOS, Antônio Rosa. (arcampos_0911@yahoo.com.br). [Ceamig] Grupo de Estudos de Reconhecimento do Céu! [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por ceamig@yahoogrupos.com.br em 24 nov. 2014.

CEAMIG – CENTRO DE ESTUDOS ASTRONÔMICOS DE MINAS GERAIS. Base de Dados do Programa Observacional de Nebulosidade 2015-2016. Dados referentes ao período de janeiro a junho de 2016, coletados pelo Grupo de Reconhecimento e Estudos do Céu - GREC. Belo Horizonte: CEAMIG, 2015-2016.

CEAMIG – CENTRO DE ESTUDOS ASTRONÔMICOS DE MINAS GERAIS. Base de Dados do Programa de Treinamento Observacional – Atividades Observacionais do Crepúsculo 2016. Dados referentes ao período de 16/05/2016 a 19/06/2016, coletados pelo Grupo de Reconhecimento e Estudos do Céu - GREC. Belo Horizonte: CEAMIG, 2016.

Um comentário: