domingo, 1 de janeiro de 2017

A ocultação de Lambda Aquarii pela Lua em 30 de janeiro 2017!

Antônio Rosa Campos
arcampos_0911@yahoo.com.br
CEAMIG – REA/Brasil – AWB

Em 30 de janeiro próximo, a Lua +7% iluminada e uma elongação solar de 31° ocultará a estrela Lambda Aquarii de magnitude 3.7 e tipo espectral M2.5III (Figura 1). Proporcionando a rara oportunidade de um registro diurno aos observadores munidos com pequenos instrumentos óticos como: binóculos, lunetas e telescópios; esse evento poderá ser observado numa grande extensão da superfície terrestre.

Assim sendo, os observadores localizados no continente africano (África do Sul, Reunião (Ilha), Quênia, Madagascar, Moçambique, Maurício, Zâmbia e Zimbabué) conforme apresentado na tabela 1 poderão acompanhar as fases de desaparecimento e reaparecimento dessa estrela já no período diurno.

Já observadores localizados na região da localidade de Colombo no Sri-Lanka, poderão acompanhar somente a fase de desaparecimento dessa estrela, conforme apresentado na tabela 2.

Na região do continente sul americano, os observadores localizados na região sul do Brasil (estados do Paraná, Santa Catarina e o Rio Grande do Sul), observarão grande parte do fenômeno conforme apresentado na tabela 3.

Além das circunstâncias de gerais de visibilidade e também de desaparecimento e reaparecimento acima mencionadas, abaixo apresentamos o mapa global (figura 2) com a faixa de visibilidade do fenômeno que abrange as respectivas regiões localizadas no oceano Atlântico e oceano Pacífico na região equatorial junto às Américas. 


Lambda Aquarii

A designação de Bayer para Lambda Aquarii e uma breve consulta, indica tratar-se de uma estrela variável semirregular do tipo SR (AAVSO, 2016) conforme apresentado na figura 3 abaixo, cuja variabilidade entre máximos e mínimos encontra-se estimada em 3.5 a 3.8 magnitude.  


Sua distância ao sol encontra-se estimada em 383.7 anos-luz, sendo que o atual ciclo de ocultações dessa estrela efetivamente iniciado em 02 de maio último, encerrar-se-á 06 de setembro de 2017 com uma ocultação somente visível na região Antártica, portando desprovida de observadores.

Sites recomendados:

"Como observar"
"formulário de reporte"
http://www.rea-brasil.org/ocultacoes/1reporte_ocultacoes_lunares_v2.0c2_portugues.xls (ocultações lunares) ou
(ocultações de estrelas por asteroides).

No Facebook:

“Ocultações Astronômicas”.

Este grupo destina-se à divulgação e discussão de eventos astronômicos na área de 'Ocultações'. Ocultações de estrelas e planetas pela Lua, ocultações de estrelas por asteroides e as técnicas empregadas para o registro destes eventos.

Boas Observações!

Referências:

- MOURÃO, Ronaldo Rogério de Freitas. Dicionário Enciclopédico de Astronomia e Astronáutica. Rio e Janeiro: Ed. Nova Fronteira, 1987,  914P.

- CAMPOS, Antônio Rosa. Almanaque Astronômico Brasileiro 2017. Belo Horizonte: Ed. CEAMIG (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais), 2016. 135p. Disponível em: < https://drive.google.com/file/d/0B92tNur3vviSSGoyYW9lNlg5SFU/view?usp=sharing> Acesso em 02 Dez. 2016.

- HERALD, Dave. Occult4 v4.1.0.27 (24 March. 2014) Uptade v4.2.0 available in: <http://www.lunar-occultations.com/occult4/occultupdate.zip> Acess in 28 Abr. 2016.

- AAVSO Home  (VSX) Index. 1135, Available in: <

Nenhum comentário:

Postar um comentário